Cientistas europeus finalmente descobriram um verdadeiro avanço para o tipo de câncer mais comum em mulheres – câncer de mama!

Estima-se que uma em cada oito mulheres desenvolverá esse tipo de câncer em algum momento de sua vida, mas agora, cientistas de Amsterdã podem ter fornecido esperança: sua descoberta pode salvar milhões de vidas.

Na Conferência Europeia sobre o Cancro da Mama, em Amesterdão, o professor Nigel Bundred apresentou os resultados de uma pesquisa recente que serviu para avaliar os efeitos de algumas drogas, o Herceptin (também conhecido como trastuzumab) e o Lapatinib..

Esses medicamentos já foram usados ​​no tratamento do câncer, mas essa foi a primeira vez que eles foram usados ​​em conjunto, antes de qualquer outro tratamento convencional, como cirurgia ou quimioterapia.

Os cientistas descobriram que esta combinação efetivamente destrói o câncer de mama em apenas 11 dias!

A pesquisa foi financiada pelo Cancer Research UK, e o objetivo era usar essas duas drogas para lutar contra uma proteína conhecida como HER2 (receptor do fator de crescimento epidérmico humano 2) que influencia a divisão e o desenvolvimento das células cancerígenas, e existem mais chances de voltar do que outros tipos de câncer.

O que há de melhor nesse método é que ele deixa de lado a quimio e a cirurgia, além de seus efeitos colaterais temporários, como queda de cabelo, fadiga e náusea.

Estamos nos conscientizando de que a quimioterapia está longe de ser um tratamento benéfico, então é mais do que bem-vindo evitar esse tratamento e tentar algumas outras alternativas.

Os pesquisadores envolveram 257 mulheres no estudo, todas com câncer de mama HER2 positivo. Metade deles era o grupo de controle, e recebeu apenas Herceptin, enquanto a outra metade usou a combinação dessas duas drogas.

Os resultados foram os seguintes: 11% daquelas mulheres que tomaram a combinação de drogas não tinham células cancerígenas remanescentes dentro de duas semanas e 17% dos casos apresentavam tumores dramaticamente encolhidos.

Em comparação com o grupo controle, eles tinham 0% sem nenhum traço de células cancerígenas e apenas 3% mostraram uma queda no tamanho do tumor.

Portanto, a combinação das drogas tem efeitos extremamente benéficos no caso do câncer de mama, ao contrário de seus resultados, se utilizados isoladamente. No entanto, a questão é que o licenciamento permite seu uso apenas ao lado da quimioterapia, e não sozinho. No entanto, essas descobertas podem contribuir para uma mudança.

Esta pesquisa é um grande passo em frente na luta contra esta doença mortal, mas estes resultados precisam ser examinados.

No entanto, fornece esperança de que os cientistas estão trabalhando duro para encontrar a cura, por isso estamos aguardando ansiosamente novas melhorias no campo.!

 

Categories: Sem categoria

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *